Suplementação de Colágeno a partir dos 35

O uso de substâncias de origem natural na suplementação de vitaminas, minerais e nutrientes ao corpo tem se tornando algo normal hoje em dia, e muitas vezes bastante necessário. O fato é que nem sempre é possível preparar refeições bem estruturadas, como um cardápio recheado de opções nutritivas com a quantidade que o dia a dia precisa, e por isso chega a desenvolver carência de alguma proteína ou vitamina, que pode muito bem ser suplementada, como é o caso do Colágeno.

O Colágeno é uma proteína que contém boa parte das proteínas do corpo, sendo presente na realização de muitas atividades vitais, não podendo então apresentar carência. Caso a falta dessa proteína chegue ao organismo o indivíduo poderá desenvolver uma série de doenças, como a Colagenose, Osteoporose, entre outros.

Vale dizer que essa proteína, mesmo sendo produzida pelo corpo, tem a possibilidade de encarecer, principalmente quando o indivíduo envelhece, por volta dos 35 anos ou mais. E, nesse caso, usar a suplementação de Colágeno passa a ser não somente um cuidado a mais com a saúde, mas também uma necessidade nutricional diária dessa proteína. Vamos agora saber mais sobre o assunto!

O Colágeno no corpo

O Colágeno é uma proteína que se forma ainda dentro do próprio corpo, ou seja, sua forma natural é ter a sua produção ainda dentro do organismo. Mas, por diversos fatores pode chegar a ser necessária a sua suplementação com a introdução dessa proteína no corpo em maior quantidade, seja para tratar ou prevenir alguma doença ou ainda para repor a deficiência dessa substância. A suplementação por meio do Colágeno é feita com o produto em cápsulas que devem ser tomadas diariamente, ou em pó que precisa ser dissolvido e consumido todos os dias.

Benefícios do Colágeno

O principal benefício do uso do Colágeno na suplementação é o aumento da atividade dentro do organismo, sendo focado na hidratação e fortalecimento de células e tecidos. As vantagens não ficam restritas apenas a parte superficial da beleza de pele, unhas e cabelos, pois o Colágeno também consegue agir na estrutura dos ossos e músculos, regenerando células dos músculos, contribuindo para o ganho de massa magra e fortalecendo vértebras, juntas e cartilagens. Isso sem falar na sua ação rejuvenescedora na pele, tratando estrias e celulite.

A diminuição na produção de Colágeno a partir dos 35

Nem sempre o corpo pode conferir a produção adequada dessa proteína, chega um determinado período de tempo que a produção baixa e a quantidade que o corpo consegue precisa não pode mais ser feita dentro do organismo, precisará ser consumida na suplementação natural de Colágeno, por meio de produtos suplementares ou um cardápio estruturado com alimentos que tenham a proteína. Esse “tempo ruim” chega por volta dos 35 anos em homens e mulheres, em média, mas pode ser antes ou depois dessa idade dependendo dos hábitos alimentares e estilo de vida do indivíduo.

Suplementação a partir dos 35

A suplementação de Colágeno que deve ser feita aos 35 anos, recomendada, é por meio do uso do produto suplementar natural da proteína Colágeno. Esse suplemento é vendido em farmácias ou até mesmo pela internet como o Colágeno Renova31, sendo encontrado na versão em cápsulas e em pó. Em todos os estados ele deve ser consumido diariamente, sendo a cápsulas recomendada a ingestão de uma antes do almoço e outra antes do jantar. Já para o Colágeno em pó o recomendado é optar pelo pó hidrolisado, de mais fácil absorção, consumindo também 2 vezes ao dia diluído em algum suco de frua que tenha grande concentração de Vitamina C.

Saiba mais sobre: Beleza

Leave a Reply